16 de Abril

Ímã

Ah Contemporâneo danado!

Depois de a Tecnologia da Informação ter dominado mercados – a educação, inclusive – com seus hardwares, softwares, bancos de dados e redes, agora é a vez da combinação de outras duas letras marcarem presença em instituições de ensino.
Agora ecos para a Tecnologia em Educação, seção cada vez mais comum em escolas Brasil afora e que já conta com fãs em Natal.

A criação desse departamento está diretamente ligada ao uso cada vez maior de recursos tecnológicos em favor da aprendizagem dentro das instituições e Irany Xavier de Andrade, Manda Chuva do Contemporâneo, lembra que a dinâmica mudou.
- Algumas escolas resistiram às novidades, mas o tempo mostrou que, ao invés de inimigos, essas ferramentas poderiam ser grandes aliadas.
 

O TE, portanto, fica responsável pela gestão dos recursos já adotados pelas escolas e também atento às novidades. No Contemporâneo, que já deu esse passo, o professor Roberto Sérgio é quem está à frente do setor. Ele destaca que a adoção de ferramentas, porém, deve ser antecedida por um entendimento das demandas dos alunos.

Voltar