13 de Junho

Dos anjos, amém

Que lindo!
Com 76 anos de história de trabalho dedicado ao acolhimento de idosos do Rio Grande do Norte, o Instituto Juvino Barreto recebeu, quarta-feira, no plenário da Câmara dos Deputados em Brasília, o Prêmio Zilda Arns 2018, com indicação da deputada federal Zenaide Maia - oh mulher danada!

O prêmio foi criado pela Câmara no ano passado e leva o nome da médica pediatra e sanitarista que fundou as pastorais da Criança e da Pessoa Idosa. Zilda Arns se destacou em âmbito internacional pelo trabalho na saúde pública e na área social. Ela morreu em 12 janeiro de 2010, no terremoto que assolou a cidade de Porto Príncipe, no Haiti.

A menção honrosa foi direcionada para cinco pessoas/instituições, entre elas, o Instituto Juvino Barreto, representado pela diretora geral, Irmã Enide Leite.

O Juvino Barreto foi indicado pela deputada federal Zenaide Maia, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido no Estado. “É importante que a população reconheça e dê o devido valor a esse lindo e significativo trabalho desempenhado pelas irmãs em favor dos nossos idosos”, declara a deputada Zenaide Maia. 

 

Voltar