10 de Outubro

Um tapa na cara da intolerância

Foi, de verdade, um grito de basta!

De basta ao preconceito, a xenofobia, a injustiça, aos corpos oprimidos!
Amor & Sexo deu seu recado ontem, estreia maravilhosa, com uma Fernanda Lima cada vez melhor e, para nosso delírio, ainda mais despudorada porque, sinceramente... pudores para quê?

+ Juventude, empatia, música boa, aqueles convidados que a gente adora, ditos na cara e coreografias. 
A nova temporada de Amor e Sexo estreou ontem, chamou todo mundo e promoveu um debate sobre temas sérios sem perder a alegria e o bom humor. A bem da verdade... saudade de Otaviano Costa, de Alexandre Nero. E, vamos combinar, uns jurados chatinhos, meio sei lá...
Mas...

Nesse novo Brasil, onde se enaltecem com tanto fervor a intolerância, onde se aplaudem quem atira, quem fala em mortes - e quem, em nome da família e Deus age de maneira horrenda para com o mundo... Onde se agridem cores da maneira mais torpe... verde, amarelo, vermelho... Amor & Sexo mostrou que é, sim, possível, viver em harmonia com todas as cores, todas as dores, as delícias de sermos como assim quisermos.

Uma pena quem caminha pelo contrário.
Briga, xinga, se intriga e permite que seus demônios corram mundos, saiam de desnecessários armários.

O melhor programa da TV brasileira deu seu recado ontem: amor cura, respeito é necessário e qualquer tipo de preconceito... contra bichas, trichas e lagartixas s é caminho desnecessário.
 

Voltar