28 de Outubro

Transformando vidas!

Uma história que transforma histórias. Com esse slogan, o Hospital Infantil Varela Santiago lança essa semana a sua nova campanha publicitária em comemoração aos seus 103 anos. Produzida pela agência Bossa, em parceria com a Megalume e o fotógrafo Humberto Lopes, a campanha conta a história da instituição, através de personagens muitos especiais, pessoas que foram tratadas no hospital, e hoje, curadas, guardam um carinho especial por ele, fazendo parte dessa história centenária.

“A história do Hospital Infantil Varela Santiago está conectada com milhares de pessoas para sempre, tanto as que foram curadas e tratadas, como com suas famílias e as outras pessoas que ajudam o Hospital a continuar salvando vidas. Todas elas sentem uma ligação emocional forte e, também, um desejo de contribuir para a continuidade desse trabalho que cuida do futuro. São milhares de histórias transformadas diariamente aqui. A campanha ficou linda e vai mostrar um pouco isso para que as pessoas conheçam ainda mais a grandiosidade desse trabalho”, afirma Dr. Paulo Xavier Trindade, diretor superintendente da instituição.

De acordo com Francisco Regis, gerente administrativo do hospital, a campanha pretende apresentar um novo posicionamento para a comunicação da marca do hospital. Segundo ele, o intuito da campanha é de fortalecer o hospital como um todo, não apenas focando na oncologia, algo que foi perpetuado durante muito tempo em outras campanhas. “O Varela é conhecido principalmente pela sua atuação na luta contra o câncer infantil, porém, o Hospital é referência há anos em cirurgia neurológica e é um centro multidisciplinar completo e, mais importante: gratuito, 100% SUS”.

As peças já começaram a ser publicadas nas redes sociais e no site institucional do hospital e em poucos dias ganharão as ruas da cidade, em anúncios de busdoor, painéis de led em pontos estratégicos, VTs nas TVs, Spots nas rádios, anúncios nos jornais impressos, banners nos portais e blogs, vídeos em telas de elevadores de pontos comerciais e shoppings, entre outros. Para conferir, basta acessar o site http://hospitalvarelasantiago.org.br/instagram.com/hospitalvarelasantiago e facebook.com/hospitalvarelasantiago.

Você, que está lendo, pode participar também e contribuir para salvar milhares de vidas e ajudar a construir os próximos 103 anos do Hospital Infantil Varela Santiago. Faça a sua doação! Acesse doe.hospitalvarelasantiago.org.br ou baixe o aplicativo Hospital Varela Santiago em seu celular e faça parte dessa história!

Personagens:

Lawanny e Luanny – 4 anos (gêmeas)
Aos 2 anos e 9 meses, Lawanny foi diagnosticada com Leucemia linfoide aguda e iniciou seu tratamento no Hospital. 6 meses depois, quando estava com 3 anos e 4 meses, Luanny também foi diagnosticada com a mesma doença. Atualmente, as irmãs estão bem e continuam em acompanhamento no Varela.

Ysaac – 3 anos
Nasceu com fissura labiopalatal e fez as duas cirurgias reparadoras no Varela. A primeira, para correção do lábio foi aos 7 meses e a segunda do palato aos 2 anos.

Isabelly – 26 anos (mãe) e Nicolly – 9 anos
Com 19 dias de nascida, Isabelly fez um procedimento cirúrgico após dilatação de um hemagioma na face, um tumor que se espalhou por todo o rosto, chegando a ser desenganada por alguns quanto à sua sobrevivência. Mas atualmente, tem uma vida normal e trabalha como profissional da área da saúde. Aos 5 anos, a filha, Nicolly, fez cirurgia de hérnia umbilical e epigástrica, o procedimento foi um sucesso e sem intercorrências.

Julyani – 17 anos
Aos 12 anos foi diagnosticada com tumor no ovário, sendo necessário passar por cirurgia para retirada do caroço. Fez todo o tratamento no Varela até encerrar os ciclos de quimioterapia. Atualmente, aos 17 anos e curada, retorna ao Hospital apenas para exames de acompanhamento.

Wesley Richard – 20 anos
Foi diagnosticado aos 3 anos com Leucemia Mieloide Aguda (LMA) e recebeu toda a assistência dentro do Varela. Hoje é um paciente curado, finalizou o tratamento e atualmente, aos 20 anos, atua como profissional da área da saúde (técnico de enfermagem).

Odilon Thomaz – 18 anos
Teve um quadro grave de dengue hemorrágica aos 9 anos e, após quase ir a óbito, obteve a cura.

Gabrielly – 22 anos
Aos 9 anos foi diagnosticada com leucemia, fez todo o tratamento no Varela e hoje está curada.

Alef Targino – 20 anos
Aos 12 anos foi internado com um estado avançado de Catapora, permanecendo isolado por duas semanas. Atualmente, integra a equipe do Hospital como auxiliar administrativo do Setor de Patrimônio.

 
 

 

Voltar